You are currently viewing O que são Peelings Químicos

O que são Peelings Químicos

  • Post author:

Peeling é o procedimento adotado para limpeza de manchas na pele. Os peelings químicos são, portanto, procedimentos médicos utilizados por profissionais da medicina (médicos dermatologistas), e que utilizam diversos tipos de ácidos em suas composições a fim de rejuvenescer a pele.

Para isso, tais processos de peeling podem ser superficiais, profundos ou intermediários. Quanto mais profundo for o processo, maiores serão os resultados. No entanto, o peeling profundo, em razão das dores que provoca, somente pode ser executado se o paciente estiver sob efeito de sedação. Em contrapartida, os superficiais são totalmente indolores.

O peelings intermediários, por sua vez, descamam a pele mais facilmente, deixando na região tratada uma camada espessa e um pouco mais escura, e que leva de 7 a 15 dias para que volte ao seu estado normal.

Este tipo de tratamento é indicado para casos onde a pele possua rugas bem acentuadas e as chamadas ceratoses, que são lesões, quase que primárias do que pode se tornar mais tarde um câncer de pele.

Aplicações do peeling, em suas variações

Ainda falando do peeling médio, ele é um tipo de tratamento capaz de renovar a região da pele, clareando a camada onde está sendo aplicado e revitalizando as áreas atingidas por rugas, cicatrizes provocadas por espinhas ou coceiras, e as próprias ceratoses.

O peeling profundo é no entanto, um tratamento de manchas de pele muito mais agressivo comparado aos demais. Este tipo de procedimento, além de deixar a pele com camadas mais ásperas, exige cuidados como curativos e cremes, e a sua recuperação leva em torno de 30 dias.

É porém, de longe, o tratamento que surte mais efeitos. Ele renova a pele em quase 100%, diminuindo acentuadamente as rugas mais profundas, principalmente as localizadas próximas dos olhos e da boca, que são um pesadelo para muitos homens e mulheres.

A medicina estética está em constante evolução e existem novas técnicas disponíveis no mercado frequentemente, um exemplo é o peeling de fenol, que diminui o tempo de recuperação e também diminui os efeitos colaterais do peeling convencional.

Quais os cuidados que devem ser tomados antes e depois do peeling

químico?

Ao se ter a consciência de que realmente é preciso passar por um tratamento de peeling químico, é necessário iniciar uma preparação da pele, com pelo menos 15 dias de antecedência, como a interrupção de determinados cosméticos e o uso de inibidores de pigmentação.

Há também, logo após o procedimento, um tratamento especial pós peeling, que envolve o uso constante de protetor solar (com reaplicações a cada 3 horas, mesmo em dias nublados), entre outros procedimentos.

Tais cuidados são necessários pois ajudam a evitar problemas como pigmentação pós peeling ou queimaduras, e deixam os resultados muito melhores.

Não se esqueça: os tratamentos com peelings químicos devem ser executados apenas por médicos credenciados. Não ponha a sua pele em jogo.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como dermatologista em São Paulo.

Deixe um comentário