You are currently viewing Molusco contagioso: sintomas, causas e tratamentos

Molusco contagioso: sintomas, causas e tratamentos

  • Post author:

Existe uma grande quantidade de doenças oportunistas, possíveis de serem contraídas quando se está com o sistema imunológico fragilizado. É caso do molusco contagioso.

Trata-se de uma infecção viral oportunista, que ataca as pessoas que estão com o sistema imunológico debilitado ou ainda não desenvolvido por completo, como crianças, pacientes soropositivos e pessoas transplantadas.

Conheça abaixo os principais sintomas e tratamentos disponíveis para tratar a doença.

Sintomas do molusco contagioso

Seus principais sintomas são pequenas lesões que surgem nas áreas mais sensíveis do corpo. São da cor da pele ou rosadas e não é raro que sejam confundidas com verrugas.

Essas lesões possuem uma “covinha” no centro. Podem aparecer em pequeno número ou ser numerosas. Apesar de surgirem principalmente no tronco, podem se localizar em qualquer lugar do corpo.

Em pessoas adultas a doença também pode ser transmitida sexualmente. Por isso é considerada doença sexualmente transmissível, isto é, uma DST.

As lesões se localizam principalmente no abdômen, parte interna das coxas e genitais. Podem ou não causar coceira. Se for o caso, é recomendável que não sejam coçadas,  para evitar que o vírus se espalhe para outras partes da pele.

Tratamentos disponíveis

Em pessoas adultas e sem nenhuma disfunção no sistema imunológico, o molusco contagioso desaparece de forma espontânea depois de alguns meses ou mesmo anos depois de ser contraído. Porém, para acelerar esse desaparecimento uma terapia é indicada, assim como nos demais casos.

Em pessoas com o sistema imunológico enfraquecido é necessário um tratamento mais incisivo. Exigem-se diversos exames para realizar uma investigação imunológica.

Por ser doença transmissível, é necessário que as lesões sejam removidas, para evitar o contágio. A remoção pode ser feita em casa, pela própria família, ou por um médico, em ambulatório.

As lesões podem ser removidas por raspagem cirúrgica, congelamento, curetagem ou por eletrocirurgia com agulhas. Apesar de eficazes, o ponto negativo desses métodos é que podem deixar cicatrizes.

Para a retirada de lesões maiores, podem ser utilizados alguns remédios específicos para a remoção de verrugas, que são eficazes no combate aos sintomas do molusco contagioso. Para lesões muito pequenas, que não podem ser removidas por métodos mecânicos, é recomendado o uso de um creme tópico bastante utilizado para tratar pessoas que têm câncer de pele.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como dermatologista em São Paulo.

Deixe um comentário