You are currently viewing Tire suas dúvidas sobre o microagulhamento

Tire suas dúvidas sobre o microagulhamento

  • Post author:

Você conhece o microagulhamento? Trata-se se um procedimento dermatológico que, como o próprio nome sugere, é realizado com agulhas pequenas e finas. O tratamento é seguro, moderno e eficaz, tanto que tem conquistado vários adeptos e apreciadores no Brasil e no mundo.

O microagulhamento estimula a produção de colágeno e traz efeitos muito positivos para a aparência e textura da pele. Quer saber mais sobre essa técnica?  Leia o artigo e esclareça as principais dúvidas a respeito desse assunto.

Como é feito o microagulhamento?

O microagulhamento é feito por meio da estimulação natural realizada com microagulhas que são inseridas na derme e, com isso, favorecem a produção de novas fibras de colágeno, aumentando assim a firmeza cutânea. Vale acrescentar que a técnica pode ser realizada com aparelho automático ou manual.

O microagulhamento pode ser realizado em quais partes do corpo?

Essa técnica pode ser aplicada tanto no rosto, quanto em outras áreas do corpo, a exemplo do couro cabeludo. Nesse caso, o microagulhamento é útil no tratamento da alopecia.

A técnica é segura?

Sim. Trata-se de uma alternativa segura para melhorar a nutrição e oxigenação dos tecidos, porém, para que a segurança e eficácia sejam garantidas, o procedimento deve ser realizado com responsabilidade e profissionalismo, por um bom dermatologista, em ambiente adequado.

Quais os principais

benefícios do procedimento?

Entre outras vantagens, o microagulhamento trata os sinais de fotoenvelhecimento, auxilia no combate à flacidez, promove a diminuição dos poros, possibilita a amenização das estrias, reduz as rugas, clareia melasmas, disfarça linhas de expressão e atenua cicatrizes cirúrgicas, queimaduras e marcas de acne. Em outras palavras, é um tratamento polivalente.

O microagulhamento dói?

Esse procedimento provoca pequenas perfurações na pele que, posteriormente inflama e pode, sim, resultar em certa dor local, mas nada insuportável. A intensidade da dor varia conforme o tamanho da agulha e sensibilidade da área tratada, no entanto, a maioria dos pacientes relata que qualquer incômodo compensa os resultados.

Como  a pele fica logo depois do tratamento?

Após a realização do procedimento, ocorre um inchaço leve ou moderado na pele. É comum, também, que a superfície fique avermelhada e sensível por conta das perfurações. A recuperação é rápida e os resultados definitivos são percebidos em pouco tempo.

O microagulhamento  pode ser combinado com outras técnicas?

Se houver indicação clínica para combinar tratamentos dermatológicos, o microagulhamento pode ser associado a outras técnicas a fim de potencializar resultados. Por exemplo, se a intenção for amenizar manchas, o microagulhamento pode agir em conjunto com o peeling de ácido retinóico. Caso o objetivo seja rejuvenescer a pele, ele pode ser aliado do botox.

Há contraindicações para a realização do microagulhamento?

O microagulhamento pode ser realizado pela maioria das pessoas, entretanto, tal técnica é contraindicada para casos de acne muito ativa, indivíduos que estejam tomando medicação anticoagulante, diabetes mellitus não controlada, doenças autoimunes, câncer de pele, pacientes quimioterápicos ou radioterápicos e quem esteja com quadro de infecção por herpes labial.

Quer saber mais sobre microagulhamento? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como dermatologistas em São Paulo.

Deixe um comentário