You are currently viewing Fungos no couro cabeludo: diagnóstico e tratamento

Fungos no couro cabeludo: diagnóstico e tratamento

  • Post author:

O couro cabeludo é uma região bastante propensa aos fungos, uma vez que esses microrganismos podem se alimentar de células mortas do corpo, presentes tanto na pele quanto nas unhas e nos cabelos.

É preciso estar sempre atento a qualquer sinal que possa indicar a ocorrência de fungos no couro cabeludo. Coceiras, descamação ou cabelos quebradiços são alguns dos sinais mais comuns.

Diagnóstico de fungos no couro cabeludo

A incidência de fungos no couro cabeludo, na maioria das vezes, é do tipo dermatófitos, que são os que se alimentam das células mortas do corpo humano, bastante presentes nessa área. Além disso, a região mais quente e úmida do couro cabeludo é um ambiente propício para os fungos e sua consequente proliferação.

O contágio dos fungos é comum e é facilitado pela proximidade, como casais que dormem juntos ou o compartilhamento de escovas de cabelo, pentes e outros materiais infectados pelos fungos.

O diagnóstico de fungos no couro cabeludo é feito por meio da manifestação dos sintomas, que são o principal indicativo dessa infecção no couro cabeludo.

Entre os sintomas, o principal é a coceira constante no couro cabeludo, que pode ser acompanhada de descamação dessa área. O cabelo quebradiço próximo à raiz é outro sintoma, que pode até causar pequenos buracos de falta de cabelo, conhecidos como clareiras no couro cabeludo.

Tratamento para fungos no couro cabeludo

O tratamento contra os fungos no couro cabeludo, assim como a maioria dos tratamentos contra esses microrganismos, requer tempo. Eles tendem a apresentar resistência bastante grande. Dessa forma, é de fundamental importância que o tratamento seja feito conforme orientado pelo especialista, para evitar qualquer chance de que os fungos possam resistir.

De maneira geral, o tratamento contra os fungos no couro cabeludo é composto por três etapas, nas quais a intenção é conter os fungos, evitando que se espalhem e contaminem outras pessoas e eliminá-los do couro cabeludo.

Os medicamentos antifúngicos são a primeira etapa para se livrar dos fungos. Esses medicamentos, em geral, são muito fortes, devendo ser consumidos apenas conforme a orientação médica.

Além dos medicamentos, os shampoos medicinais também são importantes. Eles contêm em sua fórmula substâncias fungicidas, que combatem os microrganismos. 

Por fim, o tratamento também requer um distanciamento do contato direto com outras pessoas, evitando a proliferação dos fungos. Os materiais de higiene pessoal, como pentes e escovas, devem ser higienizados ao menos uma vez por dia, de forma que os fungos não voltem a infectar o couro cabeludo.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como dermatologistas em São Paulo!

Deixe um comentário