You are currently viewing Cuidados com a beleza na meia idade

Cuidados com a beleza na meia idade

  • Post author:

Todos os hábitos alimentares e vícios que uma pessoa adquire ao longo da vida serão refletidos na pele, quase como um histórico de suas “estripulias”, quando chegar à terceira idade.

Falta de protetor solar nos dias de sol intenso, excesso de cigarro, álcool e comida gordurosa são alguns dos problemas que deixam a pele opaca, com manchas, pontos de vermelhidão e sem elasticidade. O resultado é uma pessoa idosa que aparenta ter 10 anos a mais.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), os raios UVB e UVA que o sol emite em dias bem quentes, são extremamente perigosos para a pele. Antes da terceira idade já se pode sofrer com esse problema.

Por isso, a SBD recomenda o uso constante de protetor solar, com o fator adequado, conforme o tom de pele. A radiação UVA danifica o colágeno e as fibras elásticas, o que prejudica a elasticidade da pele a torna tão envelhecida. A Radiação UVB, por sua vez, ocorre das 10h às 16h, provocando queimaduras e manchas, e é um dos principais motivos do câncer de pele.

Cuidados extras com a pele

Evite a exposição constante da pele a vícios e hábitos que, em médio e longo prazos, vão destruir a sua saúde. É o caso de quem é viciado é cigarro, fumando mais de um maço por dia. É o caso de quem abusa do whisky no fim do expediente, da cerveja, do vinho e outras bebidas alcoólicas sem qualquer moderação.

A bebida desidrata o corpo que, por sua vez, busca na água contida na pele, uma solução para a desidratação.

Além desses vícios, a constante exposição da pele à poluição a torna opaca, sendo que os poros acabam obstruídos de forma grosseira. As células da epiderme perdem também elastina e fibras de colágeno, que são os elementos responsáveis por lhe conferir firmeza e elasticidade.

Na terceira idade, alguns bons procedimentos ajudam a tratar as marcas provocadas pela falta de cuidado. Alguns produtos possibilitam o rejuvenescimento, tornando a pele mais bonita.

Cada pele tem uma característica bem peculiar. É papel do dermatologista descobrir as peculiaridades e optar pelo tratamento certo, a fim de fazer o possível para cuidar das áreas afetadas com o menor impacto negativo possível.

Uma das substâncias mais conhecidas no tratamento da pele na terceira idade é o ácido retinoico, um derivado da vitamina A. Ele promove a melhoria da troca celular, da irrigação, das manchas e fibras de colágeno.

Por ser considerado um remédio, só pode ser aplicado na pele mediante receita médica.

Outros derivados de vitamina A que ajudam a recompor a firmeza e a jovialidade da pele são o tazaroteno, a isotretinoína e o adapaleno.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como dermatologistas em São Paulo!

Deixe um comentário